As minhas corridas na estrada

quarta-feira, 14 de outubro de 2015

O segundo post.

Estou fora do UTAX.

Sem dramas. O pouco entusiasmo que se gerou depois da corrida de segunda feira desvaneceu-se assim que pus um pé fora da cama na terça de manhã e voltou a doer-me atrás do joelho. Nesse momento decidi atirar a toalha ao chão e focar-me no que interessa agora: tratar disto e voltar ao mais importante de tudo, que é conseguir correr todos os dias.

Apesar de detestar desistir e virar a cara a um bom desafio, estou muito tranquilo com esta decisão por duas razões. Primeiro porque este ano já tive a minha quota de jornadas épicas com desfechos felizes. Se fosse antes do MIUT neste momento estaria a ponderar uma operação de urgência para colocar um tendão de carbono. Segundo porque a lesão aconteceu numa prova que mereceu entrada directa para o meu top 3 de corridas, o GTSA. Não senti que o muito bom treino que fiz em Agosto e Setembro tenha sido desperdiçado. Sinceramente, algumas daquelas madrugadas em Sintra ou em Monchique deixaram-me tão satisfeito como terminar uma prova, e fazer Arga sem dificuldades de maior permitiu-me desfrutar a 100% de uma corrida que, tal como o MIUT, estão noutro nível.

Nunca organizei a minha actividade como corredor por "épocas desportivas". Acho que isso não se aplica a gajos como eu, que vão fazendo as coisas ao sabor do vento. Por isso isto é o mais parecido que eu tenho de carregar no reset e preparar-me para o que aí vem. E sem vem coisa boa... :) 

A todos os que lá vão, saibam que vou torcer por vocês. Não vos digo nada de novo ao avisar para a jornada dura que vai ser. Invejo-vos, mas principalmente admiro-vos. Uma palavra especial para os meus companheiro João e Francisco, que tal como no Louzan me iriam acompanhar em mais um fim de semana em Gondramaz, vão embarcar na aventura da vida deles nos 52km do TSL. Vou estar a seguir cada passo vosso, como já fizeram comigo. 

Filipe Torres - DNS




8 comentários:

  1. Uma decisão difícil mas sensata com certeza ... o importante é recuperar bem para embarcar nas próximas aventuras ... e é como dizes, este ano já tiveste a tua cota parte de grandes aventuras, todas com final feliz ... que grande "época" .... Abraço e rápidas melhoras

    ResponderEliminar
  2. É como o Carlos diz, uma decisão difícil mas sensata.
    Agora tens que recuperar dessa lesão e começar a pensar noutras aventuras.
    Depois do ano brutal que tiveste o corpo também merece um pouco de descanso.

    Rápida recuperação Filipe! Força!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Mais nada a dizer, mais vale perder uma prova, ou as necessárias, e curares essa lesão do que ires em sofrimento e provocares problemas maiores.

    Abraço

    ResponderEliminar
  4. Olha bom descanso e recupera bem isso para voltares em grande daqui a uns tempos!

    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Muito bem! Não comentei o post anterior porque quando o acabei de o ler pensei para os meus botões: "vais arrepender-te..." Mas também achei que não valia a pena dizer nada. Quando metemos uma ideia na cabeça ninguém nos demove.
    Só demonstras que és muito mais sensato que... Eu, por exemplo!

    Boa recuperação!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até eu depois de escrever o post fiquei a pensar isso :) se fosse só uma questão de pouco treino nas últimas duas semanas arriscava, mas assim achei melhor não. Isto já deve estar perto de curado, mas ir la pioraria muito. Bem, pode ser que dê para ainda nos vermos no Zezere :)

      Eliminar