As minhas corridas na estrada

quarta-feira, 5 de março de 2014

Inspirações (pouco) divinas

O que nos inspira a correr? Quando chegamos àquele ponto em que a cabeça nos diz "PÁRA, estás cansado", o que nos levas a dar mais um e outro passo? Todos nós temos os nossos heróis, aquelas pessoas que nos inspiram a ser melhores pessoas, neste caso, melhores desportistas. Eu tenho sorte, tenho dois amigos que seguramente já passaram à categoria de super-homens.

O João é da minha idade, conheço-o praticamente desde que nasci, e começou nisto da corrida à poucos anos. Acompanhei-o na primeira maratona dele, em Lisboa 2012, e a partir daí virou-se mais para os trilhos. O João completou este domingo a Transgrancanaria. Foram 125km de prova com 8500D+, uma verdadeira loucura! Acabou a prova em 28h, repito, vinte e oito horas, seguidas, em esforço! No fim da prova falamos ao telefone, a primeira coisa que ele me diz mal atende: SOBREVIVI!

O meu outro amigo super-homem é o Victor. Aqui há uns anos, em 2010 se não me engano, estava num casamento com o Victor. Nessa altura corria muito pouco, uma ou duas vezes por semana. A meio de uma conversa ele diz-me que tinha acabado de chegar da Alemanha, onde fez o seu segundo Ironman. Para quem não sabe, um Ironman é um triatlo que combina 3800m a nadar, 180km de bicicleta e 42.195km a correr! Aquilo era de mais para a minha compreensão, como é que alguém que fez uma prova daquelas estava ali descontraído à espera do segundo prato? Passado um ano corri com ele a minha primeira maratona. Ah, e ele entretanto já completou mais 2 Ironmans!

Estes meus dois amigos são verdadeiros super atletas, capazes de inspirar qualquer pessoa a levantar-se do sofá e fazer pelo menos um pouco. Mas tenho mais! Tenho por exemplo um amigo que come e bebe como nós, mas depois calça as sapatilhas e consegue fazer 1h16 na meia maratona. Tenho outra amiga que se estreou na maratona e sacou logo de umas extraordinárias 3h07. Tenho amigos que conseguem com a maior das facilidades ganhar prémios de escalão ou até de classificações gerais, amigos que eram sedentários e que um dia se levantaram do sofá para correr, amigos com filhos que arranjam tempo para correr todos os dias, outros que se levantam às 6.30 da manhã para correr, outros que correm à chuva, correm na lama, ao frio, com sol, de noite, de dia, deixam de ir para os copos para correr, correm a primeira meia maratona, os primeiros 10km abaixo dos 50 minutos, os primeiros 5km sem parar, correm lesionados porque têm mesmo de correr, correm sozinhos ou acompanhados, correm mais 1000m que da ultima vez, correm até à exaustão, correm porque querem desligar do dia a dia ou porque precisam de descarregar o stress, correm depois de estarem anos parados, correm porque sim, porque correr já faz parte deles, porque a pessoa que ficava no sofá já não existe, porque um dia disseram JÁ CHEGA! VOU CONSEGUIR FAZER MAIS POR MIM!!!

Essa pessoa és tu, sou eu, somos nós todos. 

Agora corre!


6 comentários:

  1. Excelente texto! Todos temos uma inspiração pessoal, só cada um sabe aquilo que pensa durante um treino, durante uma prova, e o que nos leva a não parar.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  2. Acabei que de perder um comentário onde lavava a alma por causa do meu telele...por isso vou apenas escrever o seguinte: é também por isso que leio o teu e mais alguns blogues porque penso realmente isso: se eles conseguem eu também ( mas mais devagarinho...;)).
    Aliás, garanto que este domingo só levantei o c...rabo do sofá depois de ler e comentar num blogue da concorrência.
    Por isso, também por isso já levo em Março quase tantos km como Janeiro e Fevereiro.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Muito bem escrito!

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A sério?!? E quem é esse maluco? :)

      Eliminar
  4. Muito bom Filipe, mais um belíssimo texto...na "mouche" mais uma vez...parabéns por isso!. Além de correres como o caraças, tb escreves muito bem.
    Tal como tu, tb tenho amigos que são autênticos heróis, seja na corrida ou noutras situações da vida, e como aqui tão bem descreves, inspiram-nos.
    Bora correr!!!

    ResponderEliminar
  5. Este blogue está a tornar-se uma caso sério na Blogosfera Corredora pela sua qualidade literária! Parabéns!
    Com 33 de ligação com a corrida também tenho vários amigos que inspiram!
    Mas o que mais me inspira é o prazer puro de correr! O prazer que mantenho mesmo agora que até os caracóis e as lesmas fazem pisca e me ultrapassam nos estradões e carreiros do meu Ribatejo adoptivo! Um abraço.

    ResponderEliminar